<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5676375\x26blogName\x3dD%C3%A6dalus\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://daedalus-pt.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://daedalus-pt.blogspot.com/\x26vt\x3d-8110302918440701225', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

14.3.04

It’s the end of the world as we know it

Os atentados de Atocha, como os de Nova Iorque, Bali e outros, não esgotam o seu móbil político no empreendimento de destruir o Grande Satã americano, nem são somente uma réplica à política externa agressiva praticada pelo filhote Bush e os seus acólitos europeus. Infelizmente, parece-me que o objectivo final de grupelhos terroristas como a Alqaeda é bem mais pernicioso e terrível: a supressão do modo de vida das sociedades democráticas, o fim do mundo tal como o conhecemos. Os americanos podem refugiar-se mais uma vez no isolacionismo, podem deixar de interferir no dilema israelo-árabe, podem incrementar a ajuda humanitária, mas se não prescindirem de alguns dos ícones da cultura democrática, como a liberdade, terão sempre os fanáticos, seja de que religião for, à espera de colocar uma bomba pronta a ceifar a vida de inocentes. Em nome de mil mentiras.