<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5676375\x26blogName\x3dD%C3%A6dalus\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://daedalus-pt.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://daedalus-pt.blogspot.com/\x26vt\x3d-8110302918440701225', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

7.3.04

Baile com os Casa Vibra, parte 2

Deixáramos o Fernando encostado com a pança ainda escassa ao bar, saboreando moroso o copo de palhete e olhando de longe as raparigas que dançavam. Acometer romanticamente mulheres não era para ele, não foi talhado para tais áfricas. A fuça torpe e o corpanzil desajeitado de troglodita enjeitavam qualquer hipótese de sucesso com o sexo oposto [ou com o mesmo sexo, se fosse dado a tal alternativa], vicissitude a que não era alheio porque tinha espelho em casa e porque até aí bastas vezes o tinham rejeitado. Enquanto pedia mais um copo, chegou-se a ele o Júlio do Casal Carrito e, sem tir-te nem guar-te, iniciou espalhafatosa altercação com o nosso herói. No dia seguinte o Fernando, lavado em lágrimas que era um Mondego no auge do Inverno, contava a história ao Faustino: - Ele deu-me o primeiro murro, deu-me o segundo e ao terceiro… já eu lá não estava. Dizem que fugir parece mal mas dá uma rica saúde ao corpo.