<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5676375\x26blogName\x3dD%C3%A6dalus\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://daedalus-pt.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://daedalus-pt.blogspot.com/\x26vt\x3d-8110302918440701225', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

27.1.05

Benfica – 3 [7] : Sporting – 3 [6], ou como a tradição ainda é o que era

A tradição não é só a memória ritualizada de um povo. Ainda é o que era, a Taça dos tomba-gigantes. O pequeno David derrubou o Golias ameaçador que, mesmo no final, caiu inerme no campo verde debruado a cal. Ontem a noite foi de gala. Desde há muito que não via um jogo assim entre duas equipas portuguesas. A pior equipa agigantou-se e ganhou. Merecidamente. Se o Sporting tem ganho não era um injusto vencedor porém. Que jogo. Que jogaço. Jogazo! Foi melhor que o MU-Chelsea!
Revejo o golo [a maldade] de Paíto. Uma, duas, cem vezes. O olhar desarmado do gigante Luisão [ou seria o túnel da Gardunha?] vale bem uma vitória.

p.s. Nota negativa para o m_____o do João Pereira… Não pesca nada de bola mas é um grande actor. Talvez faça melhor figura nos Morangos com Açúcar.