<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5676375\x26blogName\x3dD%C3%A6dalus\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://daedalus-pt.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://daedalus-pt.blogspot.com/\x26vt\x3d-8110302918440701225', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

28.1.05

Alergia

A prevalência de alergias incrementou exponencialmente nos últimos 20 anos em todo o mundo ocidental. Uma das razões apontadas pelos especialistas diz respeito a um estilo de vida alicerçado na busca jesuítica da suprema higiene. Sonhamos um mundo asséptico, de cristal pasteurizado, em que nenhum germe beija alguma vez a nossa pele recoberta de Nívea ou outra m___a qualquer. Já lá vai o tempo em que um português poderia ingerir, em média, meio litro de água do esgoto sem ir conhecer o túnel com a luz ao fundo. Somos todos umas florzinhas de estufa.

Depois da publicidade a pensos higiénicos, o spot publicitário mais ignominioso da nossa televisão é um que faz a apologia de um iogurte líquido que protege contra as agressões do meio exterior. Exterior, sim, porque nessa peça de marketing aquela gente anda toda enfiada dentro de bolas vacuolizantes de sabão. Seres estéreis que julgam que o mundo acaba depois da porta de casa.