<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5676375\x26blogName\x3dD%C3%A6dalus\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://daedalus-pt.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://daedalus-pt.blogspot.com/\x26vt\x3d-8110302918440701225', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

14.10.03

Recato do silêncio

Ana Gomes, ao sugerir ao PGR a investigação de elementos do Governo, alicerçando a sua opinião numa reportagem inserta na revista francesa Le Point, manifesta um ânimo precipitado que eu julgava apartado da mulher que tão bem conduziu os interesses portugueses e timorenses em Jacarta e que poderá indiciar uma, digamos, pretensão de desinformação subjacente. A dirigente do P.S., certamente conhecedora da data de publicação da reportagem (Junho de 2003), reage tardiamente a asserções jornalísticas que poderão ou não conter laivos de verdade, pois, se o seu objectivo fosse esclarecer os conteúdos da reportagem então deveria ter solicitado a investigação no momento em que a revista chegou às bancas e não agora. Neste momento, a solicitação veemente de Ana Gomes assemelha-se a um incitamento a comportamentos de caça às bruxas, forma de desviar a atenção mediática do Dr. Paulo Pedroso, arguido no processo Casa Pia e, concomitantemente, destacado membro do Partido Socialista português.

P.S. António Costa, depois de um período de desorientação, parece ter encontrado o Setentrião.