<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5676375\x26blogName\x3dD%C3%A6dalus\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://daedalus-pt.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://daedalus-pt.blogspot.com/\x26vt\x3d-8110302918440701225', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

29.5.06

100 anos de paixão: só eu sei porque não fico em casa #22

[João Moutinho, o menos mau da selecção de sub-21]

Jogar em casa, por si só, não se traduz automaticamente em vitórias. O fracasso* em toda a linha da selecção de sub-21 é, nesse sentido, paradigmático. Recheada de "vedetas", a equipa [?] portuguesa apresentou-se desgarrada, sem ânimo, completamente destituída de senso defensivo e atacante. Agostinho Oliveira lega ao porvir um discurso de empedernido mau perdedor: para ele o fiasco assentou na pressão a que Ricardo Quaresma esteve sujeito após a sua não convocação para o Mundial da Alemanha. Nem um vislumbre de sensatez e vergonha. Toda a gente conhece, ou pelo menos os que seguem o futebol nacional conhecem, os atributos desportivos de Quaresma, Moutinho, Bruno Vale, Meireles [ou Lopes da Silva?], Manuel Fernandes, Zé Castro ou Custódio. Sendo jogadores jovens e - perdoem-me os mais novos-, por inerência imaturos, não deveria o seleccionador Agostinho Oliveira ter investido no esmorecimento das atitudes sobranceiras e à vedeta da equipa? Para finalizar. Scolari ganhou um indefectível apoiante para o Mundial. Prefiro um jumento gaúcho que ganhe jogos ou, pelo menos, que faça tudo para os ganhar, a um jumento à portuguesa, amigo de vedetismos, Paulas ou Saltillos.

*Pois. E Scolari só levou a selecção portuguesa à final do Euro 2004 devido ao factor casa...

Etiquetas: